Praias escondidas no Algarve

Praias "escondidas" no Algarve
24-May-2017

Sol. Mar. Verão. O que é estas palavras têm em comum? Ficam todas bem com Algarve.

A região mais a sul de Portugal é internacionalmente reconhecida pelo seu clima agradável o ano inteiro devido ao contraste territorial (da serra, passando pelo campo até ao mar) e, claramente, pela sua costa recortada à medida formando inúmeras praias de beleza indescritível.

Preparámos aqui uma pequena lista com algumas das mais belas - e escondidas - praias do Algarve. Um roteiro a não perder nestas férias de verão!
 

Praia da Amoreira, Aljezur

Praia da Amoreira

A foz da ribeira de Aljezur é responsável pela formação desta praia de enorme beleza natural.

A praia da Amoreira é composta por um areal imenso, tanto na frente de mar como ao longo da ribeira (Amoreira-Rio). Se visitar esta praia em família, fique a saber que, durante a maré vazia, surgem algumas lagunas seguras e deliciosas para os mais pequenos.

Outra atividade recomendada para se fazer nesta praia é birdwatching. Na margem norte da ribeira existe um habitat de sapal, onde é possível avistar animais como a lontra, a garça-real ou o guarda-rios.

Dica para uma boa foto: do lado oposto à praia, existe um miradouro que contempla a Praia da Amoreira na sua totalidade, desde da ribeira até ao areal.
 

Praia do Carvalho, Carvoeiro

Praia do Carvalho

O acesso à Praia do Carvalho é feito através por um estradão de terra batida numa ravina um pouco inclinada, que termina num pequeno local de estacionamento para deixar o carro. O acesso ao areal é feito por uma escadaria que nos leva a dois túneis naturais cavados na rocha: diversão garantida para miúdos e graúdos. A água é cristalina e muito calma, ótima para o mergulho, e ao longo da praia poderá encontrar pequenas grutas naturais para explorar.

 

Praia da Ponta de João d’Arens, Portimão

Esta pequena praia encontra-se entre Portimão e o Alvor, sendo apenas acessível descendo um penhasco ou, quando a maré está vazia, através da Praia do Barranco das Canas. Aqui o cenário é de sonho: a cor da água é estonteante, o areal é um deleite visual e a privacidade é quase total, sendo por isso um local apetecível para os praticantes de naturismo.

 

Praia do Manuel Lourenço, Albufeira

Praia do Manuel Lourenço

A praia do Manuel Lourenço é um pequeno esconderijo onde a areia forma uma espécie de concha no meio das arribas que parecem desenhadas.

Apesar do seu areal pouco extenso, esta praia é ideal para quem procura uma experiência diferente, como por exemplo mergulho – bastando para isso ter acesso a uns óculos e um tubo respiratório – para observar a beleza da vida marítima quando a maré está baixa. Outro passatempo adequado para a praia do Manuel Lourenço é fazer um passeio pelas arribas: com um pequeno percurso até à Praia do Evaristo, é possível vislumbrar paisagens magníficas.

Dica: o cenário ao pôr-do-sol é perfeito.

 

Ilha do Farol, Faro

Ilha do Farol

A ilha do Farol é uma das praias a não perder. O caminho é feito de barco, a partir de Faro ou Olhão, atravessando o Parque Natural da Ria Formosa onde se podem apreciar pequenas ilhas naturais e a beleza da zona.

Esta ilha é um dos pedaços de terra que separam a Ria do mar, o que significa que a praia é marítima e fluvial. Os (poucos) habitantes da ilha dedicam-se à pesca na Ria e garantem que a tradição e a vida na ilha se mantêm intocadas. Aproveite para explorar as duas praias da ilha e fazer um passeio pelas ruas com pequenas casas, faça uma visita ao farol e aproveite os vários bares e cafés para fazer uma refeição leve ou para saborear um cocktail ao fim do dia.

 

Praia do Barril, Tavira

Praia do Barril

A praia do Barril é ótima para relaxar. Um conselho: fique por lá o dia inteiro!

Para aceder a esta estreita língua de areia fina e branca, o percurso é bastante singular: depois de atravessada uma pequena ponte pedonal sobre um canal da Ria Formosa, é possível apanhar um comboio turístico para percorrer a distância (cerca de 1 km) até ao areal. A experiência é única: é possível observar a fauna, como as bocas (caranguejo típico), a vegetação das extensas dunas, enquanto se sente no ar um leve aroma a caril, oriundo da perpétua-das-areias.

O apoio de praia foi adaptado a partir de uma antiga armação de pesca do atum - ainda hoje se consegue visualizar a sua estrutura original. Aproveite para tirar uma foto junto ao conjunto de grandes âncoras, que estão perto da envolvência da praia. Sem dúvida um local de visita obrigatória.


Últimos Posts


O que fazer no Algarve em... Abril


Celebrar a Páscoa no Algarve


Adeus 2017… Olá 2018!


Viver a magia do Natal no Algarve


10 Sítios a visitar em Albufeira

Subscrever Newsletter